Notícias de última hora / Breaking news


Falcon Heavy, testes estáticos de motores provavelmente só no Domingo 21 de Janeiro / Falcon Heavy, static engine testing probably only on Sunday, January 21

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Rocket Lab, será que "Still Testing" voa este fim de semana? / will "Still Testing" fly this weekend?

É provável que o foguetão Electron, apelidado de "Still Testing" voe este fim de semana, provavelmente no sábado à 01:30 GMT.
O foguetão da empresa neozelandesa e americana Rocket Lab, deveria ter sido lançado no fim do ano passado, mas devido a problemas técnicos e ventos a grande altitude a descolagem foi adiada.
O Electron deverá descolar da Península de Mahia, na Nova Zelândia do seu aeroporto espacial privado.

It is likely that the Electron rocket, nicknamed "Still Testing" will fly this weekend, probably on Saturday at 01:30 GMT.
The rocket of the New Zealand and American company Rocket Lab, should have been launched at the end of last year, but due to technical problems and high altitude winds the liftoff has been delayed.
Electron is due to take off from the Mahia Peninsula in New Zealand from its private spaceport.

Electron

O primeiro andar do Electron é propulsionado por 9 motores Rutherford como o da imagem.
The first stage of the Electron is propelled by 9 Rutherford engines like the one in the picture.
Imagens Rocket Lab

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

O futuro no espaço em 1973 / The future in space in 1973

O futuro segundo a revista Tekhnika Molodezhi
The future according to the magazine Tekhnika Molodezhi

O estranho namoro entre um buraco negro e uma estrela / The strange affair between a black hole and a star.

O NGC 3201, é um Aglomerado Globular de Estrelas, (uma das estruturas mais antigas do universo) e este em particular fica na constelação da Vela.
Os astrónomos descobriram um par solitário, uma estrela com um comportamento estranho em órbita de um buraco negro, numa relação quase pacífica, a não ser o facto de a estrela estar a ser sacudida de um lado para o outro, a uma velocidade de centenas de milhares de quilómetros por hora e com uma periodicidade de 167 dias... O buraco negro tem cerca de quatro vezes a massa do nosso Sol.
A descoberta foi feita pelo Very Large Telescope do European Southern Observatory com a ajuda do instrumento MUSE.

NGC 3201, is a Globular Star Cluster, (one of the oldest structures in the universe) and this particular one is in the constellation of Vela.
Astronomers have discovered a solitary pair, a star with a strange behavior in orbit of a black hole, in a nearly peaceful relationship, except that the star is being shaken from one side to the other, at a rate of hundreds of thousands of kilometers per hour and a periodicity of 167 days ... The black hole is about four times the mass of our Sun.
The discovery was made by the Very Large Telescope of the European Southern Observatory with the help of the MUSE instrument.

NGC 3201

O circulo azul assinala o local onde o estranho par se esconde.
The blue circle indicates where the odd couple hides.
Imagens ESO



Opportunity, Sol 4959, a viagem épica do velho robot continua... / the epic journey of the old robot continues ...



Imagens Nasa

United Launch Alliance (ULA), Atlas V preparado para descolar / Atlas V ready to liftoff.

Um foguetão Atlas V da United Launch Alliance (ULA), vai ser lançado amanhã, dia 18 de Janeiro, com um satélite militar americano da série Space Based Infrared System, o SBIRS GEO-4.

An Atlas V rocket from the United Launch Alliance (ULA), will be launched tomorrow, January 18, with a US military satellite from the serie Space Based Infrared System, SBIRS GEO-4.

Imagem Kennedy Space Center



Io, a exótica lua vulcânica de Júpiter / the exotic volcanic moon of Jupiter.

Io, fotografada pela sonda Galileo, da Nasa / Io, photographed by NASA's Galileo spacecraft

Erupção na Tvashtar Catena, cadeia de grandes vulcões, em 1999.
Eruption in Tvashtar Catena, chain of great volcanoes, in 1999.
Imagens Galileo/Nasa

Falcon Heavy, atraso nos testes estáticos de motores / delay in static engine tests.

A SpaceX continua a inspeccionar o novo foguetão Falcon Heavy, na sequência dos abastecimentos que foram feitos, para assegurar que os testes de motores correm sem contratempos.
Segundo a Teslarati, os atrasos deverão ter a ver com as muito baixas temperaturas com que os combustíveis são injectados nos depósitos, provocando a contracção dos componentes metálicos do foguetão.
Como é uma máquina nova e complexa, há problemas novos que podem surgir, como por exemplo, com as estruturas que mantêm os três foguetões unidos durante a descolagem e depois durante a fase de aceleração e mais pequena falha ou erro pode causar uma catástrofe.
Além disso, o lançamento do foguetão Atlas V da United Launch Alliance que está marcado para o dia 18 do Kennedy Space Center vai também provocar mais atrasos.
Por tudo isto, e partindo do princípio que a SpaceX consegue resolver todos os problemas detectados, é improvável que os testes estáticos dos 27 motores do gigante Falcon Heavy aconteçam antes do fim de semana.

SpaceX continues to inspect the new Falcon Heavy rocket after the fuel supplies that were made to ensure that engine tests run smoothly.
According to Teslarati, the delays must be related to the very low temperatures with what fuels are injected into the deposits, causing the metal components of the rocket to shrink.
As it is a new and complex machine, there are new problems that can arise, for example, with the structures that keep the three rockets together during take-off and then during the acceleration phase and a smaller fault or error can cause a catastrophe.
In addition, the launch of the United Launch Alliance's Atlas V rocket scheduled for the 18th Kennedy Space Center will also cause further delays.
For all this, and assuming that SpaceX can solve all the problems detected, it is unlikely that the static tests of the 27 engines of the giant Falcon Heavy happen before the weekend.

Imagem SpaceX

domingo, 14 de janeiro de 2018

Large Binocular Telescope Observatory, de excelente a excepcional / from excellent to exceptional

aqui falámos deste extraordinário telescópio do Arizona.
No entanto, os melhoramentos que estão a ser feitos nesta máquina, vão torná-lo ainda mais potente.
O primeiro instrumento instalado, foi o Potsdam Echelle Polarimetric and Spectroscopic Instrument (PEPSI) que já começou a apresentar resultados surpreendentes da análise espectral do Sol e de outras estrelas.
O segundo instrumento, que vai ser instalado futuramente, o SHARK, é basicamente um coronógrafo, constituído por dois aparelhos, o SHARK-VIS que funciona com luz visível e o SHARK-NIR que trabalha na zona do  infravermelho próximo.
Os dois aparelhos vão funcionar em paralelo, em conjunto com os dois espelhos de 8,4 metros, que são a característica mais evidente deste telescópio.
A função do SHARK é a redução ao máximo da luz das estrelas observadas deixando espaço para os planetas se destacarem, e trabalhando em conjunto com o sistema óptico adaptativo do LBTO, com o PEPSI e com a LMIRCam (camera digital e coronógrafo) prevê-se que se venha a conseguir as primeiras imagens mais detalhadas de exoplanetas assim como uma análise espectral muito mais avançada e promete grandes avanços na observação de núcleos galácticos, estrelas e  respectivas nuvens de gás e de poeira e até de asteróides...
Além disso, a instalação destes instrumentos serve de teste à futura instalação de instrumentos mais avançados no futuro Giant Magellan Telescope.

We have already spoken here of this extraordinary Arizona telescope.
However, the improvements that are being made to this machine will make it even more powerful.
The first installed instrument was the Potsdam Echelle Polarimetric and Spectroscopic Instrument (PEPSI) which has already begun to present surprising results from the spectral analysis of the Sun and other stars.
The second instrument, to be installed in the future, SHARK, is basically a coronagraph, consisting of two devices, SHARK-VIS that works with visible light and SHARK-NIR that works in the near infrared zone.
The two devices will work in parallel, together with the two 8.4-meter mirrors, which are the most obvious feature of this telescope.
The SHARK's function is to minimize the observed starlight leaving room for for the planets to show themselves, and working in conjunction with the adaptive optical system of the LBTO, PEPSI and LMIRCam (digital camera and coronagraph) is expected that will get the first detailed images of exoplanets as well as a much more advanced spectral analysis, and promises great advances in the observation of galactic nuclei, stars and respective clouds of gas and dust and even of asteroids ...
In addition, the installation of these instruments will test the future installation of more advanced instruments in the future Giant Magellan Telescope.

Representação gráfica do / Graphic representation of SHARK-VIS  

Representação gráfica do / Graphic representation of SHARK-NIR

LBTI, o interferómetro do LBT, é a estrutura verde no meio dos dois reflectores.
LBTI, the LBT interferometer, is the green structure in the middle of the two reflectors.
Imagens LBTO

sábado, 13 de janeiro de 2018

Cratera de Philolaus e as entradas para as cavernas lunares / Philolaus Crater and the entrances to the lunar caves

Perto do pólo norte lunar, numa cratera com 70 quilómetros de diâmetro, fotografada pela sonda da Nasa LRO, Lunar Reconnaissance Orbiter, cientistas do SETI Institute e do Mars Institute identificaram várias clarabóias que, como os algáres terrestres, poderão dar acesso a uma rede de túneis de origem magmática e até a reservas de gelo. Na Lua já foram assinalados cerca de 200 buracos que se suspeita darem acesso a cavernas ou túneis, alguns deles de grande dimensão...
Esta excitante descoberta é mais um incentivo para a exploração científica do nosso satélite.

Near the lunar north pole, in a crater with 70 kilometers in diameter, photographed by the NASA's spacecraft, Lunar Reconnaissance Orbiter ( LRO), scientists from the SETI Institute and the Mars Institute have identified several skylights that can provide access to tunnels of magmatic origin and even ice reserves. On the Moon, about 200 holes have been identified that are suspected of giving access to caves or tunnels, some of them of great size ...
This exciting discovery is yet another incentive for the scientific exploration of our satellite.

Localização da cratera Philolaus e dos buracos./ Location of Philolaus Crater and the holes.

Algumas das clarabóias têm uma grande dimensão / Some of the skylights have a large dimension.
Imagens LRO / Nasa

Dragon, marcada pelo espaço e pela reentrada na atmosfera / marked by space and re-entry into the atmosphere

A dureza da reentrada na atmosfera deixa marcas visíveis...
The hardness of re-entry into the atmosphere leaves visible marks ..
Imagem SpaceX